quarta-feira, 31 de dezembro de 2014

Tríduo a São José

Este tríduo pode começar-se o dia 17 de cada mês para terminar o dia 19.

Pelo sinal...

V. Benditos e louvados sejam os dulcíssimos nomes de Jesus, Maria e José.

R. Amém.

Oração inicial para todos os dias

A vós recorremos, bondoso Patriarca, e com todo o fervor do nosso afligido coração vos pedimos que, desde o trono de glória em que vos colocaram as vossas virtudes e merecimentos, escuteis propício as nossas súplicas e tenhais piedade de nós.

Humildemente confessamos que as nossas tribulações são pena das nossas culpas; por isso, com dor de coração, pedimos a Deus perdão de todas elas. Alcançai-no-lo, amorosíssimo São José, e pelo amor que professastes a Jesus e Maria e pela autoridade que sobre eles exercestes cá na terra, intercedei agora por nós no céu, escutando as nossas petições e apresentando-as vós mesmo a vossa Esposa imaculada e a vosso Divino Filho para que sejam favoravelmente despachadas, para maior glória de Deus e santificação da nossa alma. Amém.

Lembrai-vos, oh! castíssimo esposo da Virgem Maria e amável protetor meu São José, que jamais se ouviu dizer que alguém tenha invocado a vossa proteção e implorado o vosso auxilio sem ter sido por vós consolado. Cheio, pois, de confiança no vosso poder, venho à vossa presença e encomendo-me a vós com todo o fervor. Não desprezeis as minhas súplicas, mas dignai-vos acolhê-las piedosamente. Amém.

Oração final para todos os dias

Gloriosissimo Patriarca São José, castíssimo Esposo da Mãe de Deus; ao vosso amparo acudimos, não desatendais as nossas súplicas e livrai-nos de todos os perigos.

V. Bendito Patriarca São José, rogai por nós.

R. Para que sejamos dignos da graça que imploramos.

Santíssima Virgem Maria, Mãe de Deus e nossa Mãe, uni vossos rogos aos do vosso castíssimo Esposo e pelos maternais cuidados que dispensastes ao Menino Jesus, intercedei e rogai por nós para que sejamos dignos de alcançar a graça que pedimos.

Sacratíssimo Coração de Jesus, ouvi benigno as súplicas de Maria, cheia de graça, e de José, varão justo, para que por sua intercessão alcancemos o favor solicitado, se for para maior honra e glória vossas e bem das nossas almas. Vós que viveis e reinais por todos os séculos dos séculos. Amém.

Dia 1º

Começar com a oração preparatória para todos os dias.

Aqui nos tendes na vossa gloriosa presença, doce protetor nosso São José, implorando o vosso eficaz patrocínio. Lançai, oh grande Santo, um olhar amoroso sobre nós, miseráveis filhos de Eva, e alcançai-nos a graça que vos pedimos e as Virtudes da humildade, pureza e obediência, a felicidade de morrer assistidos por Jesus, pela vossa Esposa e por vós, para vos bendizer e louvar no céu eternamente. Amém.

Peça-se a graça que se deseja . Rezar sete Pai Nosso e Ave Maria em memória das 7 dores e alegrias de São José.

Terminar com a oração final para todos os dias. 

Dia 2º

Começar com a oração preparatória para todos os dias.

Aos vossos pés nos prostramos com o mais humilde afeto, oh incomparável protetor nosso São José, confiando no vosso eficaz patrocínio. Lançai, oh grande Santo, um olhar amoroso sobre nós, miseráveis pecadores filhos de Eva, e alcançai-nos a graça que vos pedimos juntamente com as três virtudes  de terna piedade, gratidão aos divinos benefícios e firme confiança em Deus, que tanto e com tanto fruto praticastes vós mesmo, a fim de que enriquecidos com elas, possamos expirar docemente nos braços de Jesus e Maria, e louvá-los depois em vossa companhia no céu, por toda a eternidade. Amém.

Terminar como no primeiro dia.

Dia 3º

Começar com a oração preparatória para todos os dias.

Prostrados ante vós, insigne protetor nosso São José, acudimos também hoje em demanda do vosso eficaz patrocínio. Lançai, oh grande Santo, um olhar amoroso sobre nós, miseráveis filhos de Eva, e apresentai as nossas súplicas ao Pai Eterno, cujas vezes fizestes na terra tutelando o seu Divino Filho; oferecei-as também ao Espírito Santo, de quem fostes representante como Esposo de Maria; apresentai-as, por fim, ao Filho para que sejam benignamente atendidas pela Santísssima Trindade, objeto de todo o nosso amor, agora e sempre, por todos os séculos. Amém.

Terminar como no primeiro dia.

segunda-feira, 29 de dezembro de 2014

Decreto de S.S. o Papa Pio IX proclamando São José como Patrono da Igreja


À Cidade e ao Mundo
Da mesma maneira que Deus havia constituído José, gerado do patriarca Jacó, superintendente
de toda a terra do Egito para guardar o trigo para o povo, assim, chegando a plenitude dos tempos,
estando para enviar à terra o seu Filho Unigênito Salvador do mundo, escolheu um outro José, do
qual o primeiro era figura, o fez Senhor e Príncipe de sua casa e propriedade e o elegeu guarda dos
seus tesouros mais preciosos.
De fato, ele teve como sua esposa a Imaculada Virgem Maria, da qual nasceu pelo Espírito Santo,
Nosso Senhor Jesus Cristo, que perante os homens dignou-se ter sido considerado filho de José, e
lhe foi submisso. E Aquele que tantos reis e profetas desejaram ver, José não só viu, mas com Ele
conviveu e com paterno afeto abraçou e beijou; e além disso, nutriu cuidadosamente Aquele que o
povo fiel comeria como pão descido dos céus para conseguir a vida eterna. Por esta sublime
dignidade, que Deus conferiu a este fidelíssimo servo seu, a Igreja teve sempre em alta honra e glória
o Beatíssimo José, depois da Virgem Mãe de Deus, sua esposa, implorando a sua intercessão em
momentos difíceis.
E agora, nestes tempos tristíssimos em que a Igreja, atacada de todos os lados pelos inimigos, é de
tal maneira oprimida pelos mais graves males, a tal ponto que homens ímpios pensam ter finalmente
as portas do Inferno prevalecido sobre ela, é que os Veneráveis e Excelentíssimos Bispos de todo o
mundo católico dirigiram ao Sumo Pontífice as suas súplicas e as dos fiéis por eles guiados,
solicitando que se dignasse constituir São José como Patrono da Igreja Católica. Tendo depois no
Sacro Concílio Ecumênico do Vaticano insistentemente renovado as suas solicitações e desejos, o
Santíssimo Senhor Nosso Papa Pio IX, consternado pela recentíssima e funesta situação das coisas,
para confiar a si mesmo e os fiéis ao potentíssimo patrocínio do Santo Patriarca José, quis satisfazer
os desejos dos Excelentíssimos Bispos e solenemente declarou-o Patrono da Igreja Católica,
ordenando que a sua festa, marcada em 19 de março, seja de agora em diante celebrada com rito
duplo de primeira classe, porém sem oitava, por causa da Quaresma.
Além disso, ele mesmo dispôs que tal declaração, por meio do presente Decreto da Sagrada
Congregação dos Ritos, fosse tornada pública neste santo dia da Imaculada Virgem Maria, Mãe de
Deus e Esposa do castíssimo José.
Rejeite-se qualquer coisa em contrário.
08 de dezembro de 1870.
Cardeal Patrizi,
Prefeito da Sagrada Congregação dos Ritos, Bispo de Ostia e Velletri.

quinta-feira, 4 de dezembro de 2014

CONGREGAÇÃO PARA O CULTO DIVINO 
E A DISCIPLINA DOS SACRAMENTOS
DECRETO
com o qual se acrescenta o nome de São José 

nas Orações Eucarísticas II, III e IV do Missal Romano


Pelo seu lugar singular na economia da salvação como pai de Jesus, São José de Nazaré, colocado à frente da Família do Senhor, contribuiu generosamente à missão recebida na graça e, aderindo plenamente ao início dos mistérios da salvação humana, tornou-se modelo exemplar de generosa humildade, que os cristãos têm em grande estima, testemunhando aquela virtude comum, humana e simples, sempre necessária para que os homens sejam bons e fiéis seguidores de Cristo. Deste modo, este Justo, que amorosamente cuidou da Mãe de Deus e se dedicou com alegre empenho na educação de Jesus Cristo, tornou-se guarda dos preciosos tesouros de Deus Pai e foi incansavelmente venerado através dos séculos pelo povo de Deus como protector do corpo místico que é a Igreja.
Na Igreja Católica os fiéis, de modo ininterrupto, manifestarem sempre uma especial devoção a São José honrando solenemente a memória do castíssimo Esposo da Mãe de Deus como Patrono celeste de toda a Igreja; de tal modo que o Beato João XXIII, durante o Concílio Ecuménico Vaticano II, decretou que no antiquíssimo Cânone Romano fosse acrescentado o seu nome. O Sumo PontíficeBento XVI acolheu e quis aprovar tal iniciativa manifestando-o várias vezes, e que agora o Sumo Pontífice Francisco confirmou, considerando a plena comunhão dos Santos que, tendo sido peregrinos connosco neste mundo, nos conduzem a Cristo e nos unem a Ele.
Considerando o exposto, esta Congregação para o Culto Divino e Disciplina dos Sacramentos, em virtude das faculdades concedidas pelo Sumo Pontífice Francisco, de bom grado decreta que o nome de São José, esposo da Bem-aventurada Virgem Maria, seja, a partir de agora, acrescentado na Oração Eucarística II, III e IV da terceira edição típica do Missal Romano. O mesmo deve ser colocado depois do nome da Bem-aventurada Virgem Maria como se segue: na Oração Eucarística II: "ut cum beata Dei Genetrice Virgine Maria, beato Ioseph, eius Sponso, beatis Apostolis", na Oração Eucarística III: "cum beatissima Virgine, Dei Genetrice, Maria, cum beato Ioseph, eius Sponso, cum beatis Apostolis"; na Oração Eucarística IV: "cum beata Virgine, Dei Genetrice, Maria, cum beato Ioseph, eius Sponso, cum Apostolis".
Para os textos redigidos em língua latina utilizam-se as fórmulas agora apresentadas como típicas. Esta Congregação ocupar-se-á em prover à tradução nas línguas ocidentais mais difundidas; para as outras línguas a tradução deverá ser preparada, segundo as normas do Direito, pelas respectivas Conferências Episcopais e confirmadas pela Sé Apostólica através deste Dicastério.
Nada obste em contrário.
Sede da Congregação para o Culto Divino e Disciplina dos Sacramentos, 1 de Maio de 2013, São José Operário.

Antonio Card. Cañizares Llovera

Prefeito

 + Arthur Roche

Arcebispo Secretário




FÓRMULAS QUE CORRESPONDEM AO NOME DE SÃO JOSÉ

Formulae quae ad nomen Sancti Joseph spectant
in Preces eucharisticas II, III et IV Missalis Romani inserendae,
linguis anglica, hispanica, italica, lusitana, gallica, germanica et polonica exaratae

Probatum
Ex aedibus Congregationis de Cultu Divino et Disciplina Sacramentorum, die 1 mensis Maii 2013.
+ Arturus Roche

Archiepiscopus a Secretis


Anglice

In Eucharistic Prayer II:
"that with the Blessed Virgin Mary, Mother of God, with blessed Joseph, her Spouse, with the blessed Apostles...";


In Eucharistic Prayer III:

"with the most Blessed Virgin Mary, Mother of God, with blessed Joseph, her Spouse, with your blessed Apostles and glorious Martyrs...";


In Eucharistic Prayer IV:

"with the Blessed Virgin Mary, Mother of God, with blessed Joseph, her Spouse, and with your Apostles...".


Hispanice

En la Plegaria eucarística II:
«con María, la Virgen Madre de Dios, su esposo san Josélos apóstoles y...»;


En la Plegaria eucarística III:
«con María, la Virgen Madre de Dios, su esposo san Josélos apóstoles y los mártires...»;


En la Plegaria eucarística IV:
«con María, la Virgen Madre de Dios, con su esposo san Josécon los apóstoles y los santos...».


Italice

Nella Preghiera eucaristica II:
«insieme con la beata Maria, Vergine e Madre di Dio, con san Giuseppe, suo sposocon gli apostoli...»;


Nella Preghiera eucaristica III:
«con la beata Maria, Vergine e Madre di Dio, con san Giuseppe, suo sposocon i tuoi santi apostoli....»;


Nella Preghiera eucaristica IV:
«con la beata Maria, Vergine e Madre di Dio, con san Giuseppe, suo sposocon gli apostoli...».


Lusitane

Na Oração Eucarística II:
"com a Virgem Maria, Mãe de Deuscom São José, seu esposoos bem-aventurados Apóstolos...";


Na Oração Eucarística III:
"com a Virgem Santa Maria, Mãe de Deuscom São José, seu esposoos bem-aventurados Apóstolos...";


Na Oração Eucarística IV:
"com a bem-aventurada, Virgem Maria, Mãe de Deuscom São José, seu esposoos Apóstolos...".


Gallice

Dans la Prière eucharistique II:
« avec la Vierge Marie, la bienheureuse Mère de Dieu, avec saint Joseph, son épouxles Apôtres ... »;

Dans la Prière eucharistique III:« auprès de la Verge Marie, la bienheureuse Mère de Dieu, avec saint Joseph, son épouxles Apôtres ... »;

Dans la Prière eucharistique IV:
« auprès de la Vierge Marie, la bienheureuse Mère de Dieu, auprès de saint Joseph, son épouxdes Apôtres ... ».


Germanice

Eucharistisches Hochgebet II:
"mit der seligen Jungfrau und Gottesmutter Mariadem seligen Joseph, ihrem Bräutigam,mit deinen Aposteln...";


Eucharistisches Hochgebet III:
"mit der allerseligsten Jungfrau und Gottesmutter Mariamit dem seligen Joseph, ihrem Bräutigammit deinen heiligen Aposteln...";


Eucharistisches Hochgebet IV:
"mit der seligen Jungfrau und Gottesmutter Mariamit dem seligen Joseph, ihrem Bräutigammit deinen Aposteln...".


Polonice

II Modlitwa eucharystyczna:
«z Najświętszą Bogurodzicą Dziewicą Maryjąze świętym Józefem, Jej Oblubieńcemze świętymi Apostołami...»;


III Modlitwa eucharystyczna:
«z Najświętszą Dziewicą, Bogurodzicą Maryjąze świętym Józefem, Jej Oblubieńcemze świętymi Apostołami...»;


IV Modlitwa eucharystyczna:
«z Najświętszą Dziewicą, Bogurodzicą Maryjąze świętym Józefem, Jej Oblubieńcemz Apostołami...».


terça-feira, 2 de dezembro de 2014

Oração de São Bernardo a São José

Lembrai-vos de nós, ó bem-aventurado São José, e ajudai-nos com vossas orações e intercessão junto daquele que quis ser chamado vosso Filho. Tornai-nos também propicia a bem-aventurada Virgem vossa esposa, Mãe do Redentor, que vive e reina com o Pai e o Espírito Santo por todos os séculos dos séculos. Assim seja.


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...