quarta-feira, 15 de fevereiro de 2017

Oração a São José, patrono das causas difíceis



Glorioso São José, esposo de Maria, concedei-nos a vossa proteção paternal, nós vos suplicamos pelo Coração de Jesus e pelo  Coração Imaculado de Maria.

Ó vós cujo poder se estende a todas as nossas necessidades e sabeis tornar possíveis as coisas impossíveis, abri os vossos olhos de pai sobre os interesses dos vossos filhos. Nas dificuldades e sofrimentos que nos esmagam, recorremos a vós com confiança; dignai-vos tomar sob o vosso cuidado este assunto importante e difícil, causa da nossa inquietação (mencionar a necessidade). Fazei com que o seu feliz desenlace seja para a melhor glória de Deus e para o bem dos seus fieis servidores.

Ó vós, amável São José, que nunca ninguém invocou em vão! Vós cujo crédito é tão poderosos junto de Deus que se pode dizer: "No céu, José manda mais do que suplica", terno pai, rogai por nós a Jesus, rogai por nós a Maria. Sede nosso advogado junto deste Divino Filho do qual fostes  aqui na terra pai nutrício tão atento, tão amável e protetor fiel. Sede nosso advogado junto de Maria da qual fostes esposo amantísimo  e tão ternamente amado. Acrescentai a todas as vossas glórias a de ganhar a causa difícil que vos confiamos.

Nós cremos, sim, nós cremos que podeis satisfazer os nossos desejos livrando-nos das tristezas que nos abatem e das amarguras que assolam a nossa alma;  temos, além disso, a  confiança firme que nada negligenciareis em favor dos aflitos que vos imploram. Humildemente prostrados a vossos pés, bom São José, nós vos suplicamos, tende piedade dos nossos gemidos e das nossas lágrimas; cobri-nos com o manto das vossas misericórdias e abençoai-nos. Ámen.

São Francisco de Sales

quinta-feira, 9 de fevereiro de 2017

Quando invocar São José...



"Quando invocar São José,
você não tem que dizer muito. 
Diga apenas, "Se estivésseis no meu lugar,
São José, o que faríeis?
Bem, rogai por isso em meu nome."

Irmão André

terça-feira, 7 de fevereiro de 2017

Oração a São José pelas crianças que vão nascer

Ó glorioso São José,
protetor da Sagrada Família,
protegei desde o seio de sua mãe
todos as criancinhas
que Deus chama à vida,
tal como protegestes 
o Menino Jesus
desde o seio virginal de Maria.
São José,
guardião da vida em família,
intercedei para que cresçam
o amor e o respeito
pelo dom da vida
em nosso tempo.
Ámen.

quinta-feira, 2 de fevereiro de 2017

São José é...

"São José é...
de todos os santos, o
mais querido de Deus.

Ele tem, portanto,
grande poder junto Dele
e pode obter graças
para os seus devotos."


St. Alphonsus Liguori

quinta-feira, 26 de janeiro de 2017

Os Santos e São José

A grande Madalena dos últimos tempos, Santa Margarida de Cortona, atribuía a sua conversão maravilhosa à proteção de S. José. Cada dia lhe prestava uma homenagem. Jesus lhe disse numa aparição: "Margarida, a tua devoção ao meu Pai Putativo me é muito agradável. Quero que cada dia pagues um tributo de louvor a S. José".
Abrasada em zelo, a santa nunca deixou de invocar ao santo Patriarca até à morte.
Santo Inácio de Loyola, o fundador da Companhia de Jesus, tinha no seu oratório uma imagem de S. José, e em presença deste grande Mestre da vida interior gostava de celebrar a Santa Missa. Resolvia todas as suas dúvidas e negócios aos pés de S. José. 
São Francisco de Sales fora servo devotado e apóstolo zeloso do culto Josefino. Nas vésperas de 19 de março, cada ano, celebrava uma Missa Solene para a qual convidava todos os músicos de Anecy. Fazia com ardor e eloquência o panegírico do santo. Acreditava piamente na Ressurreição de S. José e na glória do santo em corpo e alma no Céu.
Santa Joana de Chantal, a mais fiel discípula e herdeira das virtudes do Santo Doutor, herdou-lhe também a devoção ao santo Patriarca. Trazia sempre consigo uma pequena imagem do santo. Aconselhava às Superioras da Visitação que todas as suas filhas trouxessem consigo uma estampa de Jesus, Maria e José.
Santo Afonso de Ligório fora outro apóstolo e devoto de S. José. Muito escreveu com aquela unção e simplicidade do seu estilo, para divulgar entre o povo a devoção ao Esposo de Maria.
São João Batista de la Sale, fundador das Escolas Cristãs, coloca a sua obra sob a proteção de S. José. Recitava cada dia a Ladainha de S. José, e a recomendava aos seus filhos, a fim de obterem do santo a graça de tratarem os discípulos, as crianças das Escolas, como S. José tratava o Deus Menino. S. José mostrou quanto lhe era grato este zelo. O santo já enfermo, sentiu recuperadas as forças nas vésperas de 19 de março e então celebrou a santa Missa pela última vez e morreu pouco depois santamente.
São João Batista Vianney, o santo Cura d’Ars, não se cansava de recomendar a devoção a S. José.
Em nossos dias a angélica Santa Teresinha, guardando as tradições do Carmelo, se consagra a S. José.
São João Bosco, o Pai da juventude, fundador inspirado da Congregação Salesiana, escolheu a São José como um dos Padroeiros de suas famílias religiosas. Inculcava sua devoção aos jovens de seus colégios, principalmente aos aprendizes, querendo que se esforçassem para imitar as virtudes que S. José praticou na sua humilde oficina de Nazaré. Fundou uma associação religiosa, com o nome de Companhia de São José, para incrementar o culto do santo, e estabeleceu que em todos os seus colégios se celebrasse com solenidade e fervor o Mês de São José e sua Festa, desde o ano de 1871, quando o Papa Pio IX elevou o rito da festa para Duplo de Segunda Classe.
Seria impossível falar da devoção de inúmeros santos, devotos e apóstolos do culto de S. José. Podemos afirmar não ter havido um só dentre os santos que não tivesse invocado o santo Patriarca.

Pe. Ascânio Brandão

segunda-feira, 23 de janeiro de 2017

Quem é São José? "Esposo de Maria"

Foi José verdadeiro e legítimo esposo de Maria, de um matrimónio, diz o Padre Sauvé, perfeitamente virginal, maravilhosamente fiel, milagrosa e infinitamente fecundo.
Quando Deus criou o homem no Paraíso terrestre, deu-lhe uma companheira em tudo a ele semelhante: Adjutorium símile sibi.
Havia de ser a esposa em tudo semelhante ao esposo. Para remir e salvar o mundo, obra maior e mais estupenda que a criação, Deus também quis associar a esta obra um homem e uma mulher. E formou São José semelhante a Maria.
José foi formado à semelhança da Virgem, sua esposa, escreveu São Bernardo. José e Maria como verdadeiros esposos, sempre unidos e semelhantes. Da mesma estirpe de Davi, da mesma condição de pobres unidos pelo mais casto e santo amor, e inseparáveis.
José foi esposo de Maria para que convenientemente viesse ao mundo o Verbo Encarnado.
Havia de nascer Jesus de uma virgem mas de uma Virgem desposada. E São José foi este Esposo predestinado e singular.
São José, diz São Gregório Nazianzeno, foi achado digno e aptíssimo para ser esposo de Maria.
O mesmo afirmam as autoridades de São Tomás de Aquino, Gerson, A Lapide.
O céu, escreve D. Gueranger no seu L’Année Liturgique, escolheu a São José como o único digno de um tal tesouro: —Maria.
Para ser esposo da Mãe de Deus, que pureza e que santidade não havia de ter São José!
E se Deus o escolheu para o desempenho desta missão, é que realmente foi ele o mais digno entre os homens e o mais semelhante à mais perfeita das criaturas, sua santíssima Esposa.
Para se conhecer bem o Santo Patriarca e avaliar o que Ele é no Plano Divino, e o que para nós é e representa, basta lembrar pois os dois títulos de glória que o tornam o maior e o mais singular dos Santos — Pai adotivo de Jesus Cristo e Esposo de Maria Imaculada.
E aqui fica a resposta à pergunta: Quem é São José? Virum Mariae de quanatus est Jesus. — É o esposo de Maria, diz o Evangelista, da qual nasceu Jesus.
E nisto só está definido São José.


Pe. Ascânio Brandão

terça-feira, 17 de janeiro de 2017

Oração do pobre, operário e trabalhador a São José

Glorioso São José, modelo e padroeiro dos pobres, operários e trabalhadores, de todos aqueles que, como vós, ganham o pão de cada dia com o suor do seu rosto, alcançai-nos de Deus a conformidade em nossas fadigas e privações. Desapegai nosso coração das ambições terrenas, preservai-nos do espírito de inveja e revolta; fazei que, como vós, satisfeitos com nossa sorte humilde e penosa, vivamos e trabalhemos na presença e por amor de Jesus, para que neste mundo mereçamos sua graça e no outro a salvação e o descanso prometidos aos bons e fiéis servos. Amém.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...