segunda-feira, 15 de junho de 2015

André, meu irmão

Tu sabias rezar...
No trabalho e na noite,
na alegria da vida ou à beira do tédio,
pobremente só ou rico de amigos,
ensina-me as palavras que elevam o espírito.

Tu sabias acolher...
Os poderosos e os abandonados,
os sábios e os desnudados,
sobretudo os pequenos, muitas vezes os feridos,
ensina-me a todos amar.

Tu sabias sofrer...
Para esperar no futuro
sem temer nem tremer,
para caminhar sem nunca fugir,
ensina-me a dor sem a dizer.

Tu sabias viver...
Para um Deus que servias,
para um Filho, um Pai e uma Mãe, 
para resgatar o que se perdeu,
ensina-me o amor do Universo.

Jean-Guy Dubuc

Sem comentários:

Enviar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...