terça-feira, 12 de novembro de 2013

O cinturão de São José

Um presente da Santíssima Virgem Maria a seu Castíssimo Esposo São José

A igreja Notre Dame de Joinville, em Haute-Marne, França, abriga uma curiosa relíquia: o cinturão de São José, Esposo da Santíssima Virgem Maria.


A história do cinturão

Uma tradição oriental afirma que este cinturão foi confecionado pelas mãos da Santíssima Virgem, oferecido a seu casto Esposo, e que foi depois guardado por ela como uma lembrança querida após a morte de São José. Mais tarde, o cinturão teria sido entregue a São João, ou a qualquer outro apóstolo, e zelosamente velado pelos crentes como um bem preciosíssimo entre nós.

Em 1248, Jean de Joinville (Sétima Cruzada) trouxe esta relíquia da Terra Santa para Joinville. Podemos vê-la atualmente na Capela de S. José, na mesma igreja de Notre Dame de Joinville.


Carateristicas do Cinturão de São José

O cinturão está confecionado em tecido de arame ou casca de cor acinzentada, mais provavelmente de cânhamo. Mede 1 metro de comprimento e 3 ou 4 centímetros de largura e está equipado com um fecho feito de marfim (ou de osso) e uma botoeira nas extremidades.


Será verdadeiramente o cinturão de São José, confecionado pelas mãos da Virgem Maria?

Não o podemos saber. Mas a sua idade (antiquíssimo), o interesse, a disputa e a fé que tem despertado ao longo dos séculos, mostram-nos até à evidência que se trata sem dúvida de um objeto precioso.
Independentemente de ser ou não uma peça autêntica, o que importa é isto: o amor e a fé que através dele o povo cristão tem devotado a São José.

Oração

"Le Patriarche dont voici la ceinture
est vierge aux reins ceints
de la virginité est le gardien
inviolable en sa chasteté
il est vêtu comme d`une ceinture par la pureté
revêtu comme d`une précieuse ceinture par la vertu
la foi de ses reins est la ceinture
la justice est le cordon qui les enceint
la force passe comme une ceinture autour de sa poitrine
il a vêtu comme une ceinture la puissance
il est tout vêtu de grâces
il est tout environné de gloire."

Tradução (livre)

"O Patriarca de quem eis o cinturão
é o virgem de rins cingidos
da virgindade é o guardião
inviolável na sua castidade
ele está vestido por um cinturão de pureza
revestido por um precioso cinturão de virtude
a fé dos seus rins é o cinturão
a justiça é o cordão que os cinge
a força passa como um cinturão ao redor do seu peito
ele vestiu como um cinturão o poder
ele está todo vestido de graças
ele está todo rodeado de glória."

Sem comentários:

Enviar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...